Einstein Limeira

1 2 3 4 5 6 7 8 9

1ª Copa Limeira Einstein de Jiu Jitsu reúne 400 atletas
20/07/2018

Aconteceu neste domingo, 15 de julho, a 1ª Copa Limeira Einstein de Jiu Jitsu 2018. O evento reuniu cerca de 400 atletas de cidades de Limeira e região, abrangendo São Carlos, Campinas, Piracicaba, Americana, Rio Claro, Paulínia e São Paulo, numa parceria entre a faculdade e o Centro de Treinamento JFTeam.
Com plateia animada, premiação em medalhas e troféus, o evento também teve estrutura para garantir a segurança dos atletas. Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, além de ambulância para alguma lesão inesperada, estavam à disposição durante todo o dia. Eram premiados os 4 melhores de cada equipe, divididos por faixa, idade e peso.
A supervisão foi feita pelo coordenador do curso de Educação Física na Einstein Homero Ferrari, além do professor José Evangelista Macário. “Tudo foi organizado de modo a realizar este grande evento da melhor forma possível, oferecendo o espaço de nosso ginásio”, afirma Macário.

A IDEIA
Idealizador do evento, o professor de academia de Jiu Jitsu Adrien Roberto Domingues explica que teve a ideia de fazer esta competição após trabalhar nos Emirados Árabes. Ele treinou militares e viu a importância que este esporte tem por lá. “Voltando à Limeira eu me animei e entrei em contato com muitas equipes de Jiu Jitsu do Estado de São Paulo para buscar interessados. Além disso, foquei na busca por um espaço adequado, que encontramos aqui na Einstein. Estou muito satisfeito”.
Para quem não conhece, o Jiu Jitsu é uma luta de chão e muitos o praticam pela qualidade de vida. “Jiu Jitsu começa em pé igual judô, só que quem derrubar ganha só dois pontos. E a luta continua no chão. Então cada posição de domínio que a pessoa consegue fazer, ela ganha uma pontuação diferente. Ou seja, muito esforço físico e condicionamento que só fazem bem à saúde”, explica.
Domingues complementa que - além da importância física que o esporte representa, em termos de saúde e bem-estar - também há a questão social.  “Eu tenho alunos que, antes do Jiu Jitsu, eram ligados às drogas, não tinham contato com a família, entre outros problemas. Depois eles viraram outras pessoas, muito mais animadas com a vida e com as cabeças ocupadas com coisas boas”, diz, ressaltando que em relação às crianças, há quem também melhore na educação e notas no colégio por conta da prática do Jiu Jitsu.
 
ATLETAS
Em busca de competir e, talvez, faturar uma medalha, os atletas estavam também animados com a estrutura do evento. Foi o caso de André Teodoro da Silva, 30 anos, que ganhou prata. “Após um ano e meio de dedicação, eu consegui ganhar uma luta importante. Tudo isso com qualidade, respiração boa e sem dores”, diz, ressaltando que o ambiente da Einstein foi muito confortável para a prática do esporte.
Caio Marques Barbosa Ferreira, 29 anos – que pratica Jiu Jitsu há um ano e meio - também elogiou o evento. “Treinei muito para chegar aqui e é muito importante para mim o fato de buscar resultados. Mas, tudo isso com calma. Afinal, o Jiu Jitsu nos ensina a ter outra visão das artes marciais e pensar de outra forma”. 
Há quem diga que estava realizando um sonho, como Alisson Ribeiro, 19 anos. “Eu ainda sou faixa branca, compito na categoria 77 quilos. Mas não é apenas isso. Jiu Jitsu para mim me dá segurança não apenas dentro e fora do tatame, mas também na vida. Limpa a cabeça e exercita a mente. Acontecimentos como o de hoje deveriam ter sempre”.
 

Mais fotos
  <  VOLTAR


Rua Raul Machado, 134
Vila Queiroz - Limeira SP
contato@einsteinlimeira.com.br
Tel.: (19) 3404.9594