Einstein Limeira

1 2

Einstein promove campanha de prevenção ao suicídio
25/10/2018

Dados do Ministério da Saúde revelam que, anualmente, 800 mil pessoas morrem por suicídio e, a cada fatalidade desta, pelo menos outras 20 pensam em atentar contra a própria vida. Com base nestes números alarmantes, o curso de Psicologia da Einstein promoveu - no dia dia 29 de setembro - uma campanha de conscientização e prevenção de suicídio com o lema "Falar é a Melhor Opção".
Teatro emocionante sobre o assunto, mostrando o drama de uma jovem que a cada decepção na vida guardava uma pedra na bolsa até que fosse quase impossível de carregar, abriu os trabalhos. Após isso, três palestras de profissionais da área complementaram o evento.
As idealizadoras de todas as atividades foram as estudantes do 8º semestre de Psicologia na Einstein, Gabriela Franco Azevedo e Melissa Cristina Rodrigues, que levantaram esta questão por conta do Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio.
Para a coordenadora de Psicologia na Einstein, Ana Carolina Camargo Christovam, a iniciativa foi boa. "A ideia das meninas foi a de promover o debate deste assunto para estudantes, famílias e público em geral, o que deu muito certo. Sempre é válido pensar em formas de prevenção e identificação precoce para, deste modo, tentar combater o suicídio".
 
IDEALIZADORAS
As alunas que fizeram todo esse projeto nascer estavam animadas e emocionadas. Gabriela, por exemplo, faz estágio clínico e também atua na abordagem organizacional. Ela disse que encarava o evento como importante para dar relevância ao tema que ainda é tabu. "Tive a ideia de fazer o projeto, porque trabalho em um hospital aqui de Limeira, que tem centro psiquiátrico, e eu vejo o quanto chega de casos de suicídio e que são de Limeira", fala.
Já Melissa ressalta que o tema deve ser debatido principalmente entre as minorias, como a comunidade LGBT. "Lidar e trazer visibilidade para essa questão também é muito forte. Super abracei o projeto, achei incrível e estou feliz".
E não era apenas a dupla de organizadoras que ficou contente. Manoel Messias de Carvalho estava presente na plateia e adorou as palestras. Ele passou por 3 psiquiatras e chegou a tomar 16 comprimidos por dia até conseguir controlar sua depressão severa. "As pessoas que tentam suicídio não querem tirar a vida e sim o sofrimento. Se eu aos 48 anos passei por isso, jovens também podem. Por isso a discussão é necessária".
 
PALESTRANTES
Participaram da roda de conversa três palestrantes: Thiago Castelar (Psicólogo Clínico), Josiane Miranda (Psicóloga da Atenção Básica Municipal) e Vanessa Roberto (Terapeuta da Rede Municipal).
Para Vanessa, debates como estes são importantes para ajudar a construir novos olhares. "O diálogo é a ferramenta chave para esta questão", diz.
Já Thiago Castelar comenta que é preciso falar e se ater para que o tema suicídio seja tratado da forma correta. "Quanto mais falarmos com atenção e respeito disso, o número de fatalidades pode acabar caindo, pois a família começa a entender e a pessoa pode ver que precisa pedir ajuda. Isso é o que mais importa".

Mais fotos
  <  VOLTAR


Rua Raul Machado, 134
Vila Queiroz - Limeira SP
contato@einsteinlimeira.com.br
Tel.: (19) 3404.9594